quarta-feira, 28 de abril de 2010

O dia deles

Hoje, 28 de abril, é o Dia Estadual de Proteção aos Animais em Santa Catarina, sabia?
Digo isso porque conversando com várias pessoas aqui em Joinville, nenhuma delas tinha conhecimento desta comemoração, o que é lamentável.
Mas isso acontece pelo simples fato de que as pessoas pensam que assuntos relacionados aos nossos amigos bichos, ou é perda de tempo, ou é coisa de quem não tem o que fazer.
Sempre que estou vendendo rifas e/ou produtos para colaborar com as ONG`s e com pessoas que lutam por essa causa, escuto: "existem muitas crianças nas ruas, passando fome, doentes, e vocês ficam lutando por bichos".
Pobres seres mortais, não sabem o que falam...
Tenhos muitos motivos para sair em defesa dos animais. Primeiro, não me sinto culpada pelas muitas crianças nas ruas, existem muita gente que trabalha por elas, que as ajuda. Sempre uso como exemplo o fato da gravidez, quando uma mulher entra em trabalho de parto existem hospitais públicos que as recolhem e dão assistência, mas quando uma cadela chega nessa situação quem faz alguma coisa? E não vem me dizer que é a natureza. Que natureza? Essas ruas asfaltadas, cheias de lixo, sem tranquilidade, sem respeito. Como uma criatura vai ter um parto saudável assim? Nunca.
Outra coisa, os seres humanos conseguem falar, e podendo falar conseguem pedir. E o pedir não me refiro apenas ao pedir comida e abrigo, mas principalmente o de pedir uma oportunidade, de poder trabalhar e garantir o seu próprio sustento. Agora como um bicho fará isso? Trabalhar ele já trabalha, e de graça pra você, eles puxam carroças, guiam, divertem, entre muitas outras atividades.
Então, nesse dia deles, eu gostaria de agradecer a você que luta e acredita nesta causa. Pra você que se emociona com olhares, lambidas, histórias e abanar de rabos. Pra você que deixa de ir a praia, a festa, ao clube pra passear, ser voluntário em abrigos limpando abrigos, ou simplesmente que os visita pra doar seu colo.

MUITO OBRIGADA!

Aos meus adoráveis bichos, de todas as espécies, eu desejo uma vida digna com muito respeito e tranquilidade. Parabéns por serem o que são, criaturas dotadas de fidelidade e amor.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Gatinhas na sua tela

Quer ganhar um aplicativo super fofo?
É uma gatinha linda que fica passeando pela sua tela, faz poses e muitas outras coisinhas que os gatinhos costumam fazer...

 

Então responda esse post com seu email que o PataVip manda para você!

CCZ de Taubaté: Um exemplo a ser seguido

A vigência do Projeto Melhor Amigo torna o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Taubaté o órgão de melhor referência do Estado de São Paulo. Em visita ao local, os assessores do deputado Feliciano Filho constataram a qualidade do tratamento oferecidos aos animais, conseqüência do pleno cumprimento da Lei 12.916/08, de autoria do parlamentar. 
Além da infraestrutura adequada para comportar os 450 cães e 100 gatos que habitam o local, o CCZ possui amplas salas de cirurgia, onde são realizados os procedimentos de castração. Os veterinários esterilizam também os animais da população de baixa renda em mutirões, que ocorrem de uma a duas vezes por semana.  
O Projeto Melhor Amigo, além de contemplar o programa de castração, visa também preparar os animais para a adoção. O CCZ de Taubaté possui um amplo auditório, onde são realizadas palestras que orientam a população sobre a importância da posse responsável.
Confira no relatório dos assessores todos os detalhes deste órgão municipal, considerado o melhor CCZ do Estado pelo deputado Feliciano Filho. Clique aqui.





 Final feliz! Cadelinha adotada.










 

Mais uma estrilinha foi pro céu

É com imensa dor que publico a mensagem da Bruna e do pessoal do Guapecas em homenagem ao queridíssimo Vitório Juliano, que agora brilha lá no céu.

 

 

 

“Gostaria de avisar à todos que acompanharam a história do nosso protegido Vitório Juliano desde o final do ano de 2009. Vito virou estrelinha neste fim de semana.

 

Tristeza, saudades...

 

É isso que estamos sentindo agora.
Nosso querido Vitório Juliano faleceu no ultimo sabado. Seus tutores não sabem o que aconteceu, quando amanheceu, encontraram Vito morto. Eles estão, assim como nós, arrasados. Seus tutores são pessoas maravilhosas e ele era um cão feliz em seu novo lar.
Vamos lembrar do Vito assim, serelepe, contagiante, capaz de animar todos que estivessem tristes à sua volta.. APAIXONANTE! Você é um vencedor Vito, um exemplo para todos nós...
Vitório Juliano, eterno em nossos corações!”
Bruna Bachmann Tonelli

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Seu cachorro é folgado?

Recebi dicas super legais do adestrador Guilhermo Coelho e, como sempre, vou compartilhar com vocês pra que possamos conviver cada dia melhor com nossos patudos.

Lá vai...

Se o seu cachorro corresponde ao tipo, digamos, um pouco folgado, você pode mudar esse quadro tomando algumas atitudes que vão transformar, através de uma mudança de hábitos e atitudes, a posição do seu cachorro na
hierarquia da casa, sem prejudicar em nada - e, ao contrário, estimulando -a relação de amizade entre vocês dois.
Para começar, tenha em mente que você é o chefe da casa e o líder da matilha; então, é você quem toma as decisões e iniciativas. E veja essas dicas:
  1. Você é o cachorro-alpha da matilha e, por isso, você é o primeiro em tudo. Você tem o melhor lugar para dormir, a melhor comida e faz tudo primeiro: você entra e sai primeiro da casa, do carro e dos
    cômodos. O cão só come depois, entra depois.
  1. Você lhe dá comida quando você acha melhor e, por isso, é importante demostrar que você está no controle. Faça-o esperar sentado uns instantes antes de lhe servir, e mesmo antes de deixá-lo
    sair com a coleira ou entrar no carro. Isso reforçará o seu papel de chefe.
  1. Limite as liberdades físicas do seu cão em casa. Proíba e bloqueie com uma grade a entrada de um certo cômodo - o seu quarto, por exemplo. Nada de subir nos móveis, no sofá ou na cama. (eu não consigo)
  1. Controle as brincadeiras e deixe claro que, se ele tenta chamar a sua atenção para brincar (latindo, por exemplo), você não brinca. Quando você perceber que ele chama a sua atenção para brincar, espere um momento antes de começar para que ele saiba que vocês brincam quando você achar melhor, e não ele.
  1. Não repita um comando já dado. O seu cachorro deve aprender a respeitar o primeiro chamado, e não o segundo ou o terceiro.
E, finalemente, a maneira mais eficaz de evitar a dominância do seucachorro e estimular a obediência aos seus comandos é manter uma rotina de exercícios. Os cães adoram  exercícios, porque correr, pular, pegar coisas com a boca, fazer o que você pede, tudo isso são jogos e desafios na cabeça dele.
O tempo ideal para que um cão aprenda a se comportar e a responder ao que você pede mantendo a concentração é de 15 minutos por dia. Ele vai gastar a energia acumulada, se divertindo e estreitando os laços entre vocês dois. Além disso, ele vai ter vontade te obedecer porque vai querer brincar mais e mais.
  15 minutos por dia é tudo o que vocês precisam!
 Enquanto o seu cão não te obedece totalmente, evite sair com ele em liberdade, sem a coleira. Você poderá ficar impotente diante de um ato de desobediência. Comece a praticar exercícios com ele e trabalhar a sua obediência para, no futuro, poder sair de casa orgulhoso com o seu cão treinado e obediente. Você vai ver a diferença que isso vai fazer na vida de vocês dois.

E aí, seu mascote é do tipo folgadinho também?
Então mande uma fotinho contando as aventuras e peripécias da sua 'figurinha' e vamos compartilhar com nossos amigos do PataVip. 

Amigo procura amigo

Procura-se lar especial para cão especial!

Esse garotão da foto é o Bruce. Um cãozinho, ou melhor, cãozão que já sofreu muito na vida. Foi abandonado por seu tutor e sofreu maus tratos na rua. Foi recolhido com fungos na pele, problemas de pulmão e na pata.
Foi tratado pelos profissionais da Clínica Cães e Gatos onde está até hoje. 
O "grandão" está castrado e todas as suas vacinas estão em dia! Ahh, e ele está sendo adestrado!!
Quer um amigo companheiro e fiel pra toda vida? 
O Bruce é esse amigo.. Sem falar que o Bruce tem um pique de tirar o folego.. 
Quem o adotar tem que se adepto da prática de esportes, para passear com o Bruce diariamente, para drenar sua energia (isso faz parte do processo de adestramento).
Interessados devem falar com Bruna no fone (47)9657-9099 ou Nelzira (47)9636-7193

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Babalu espera por você



Pessoal,
A Babalu voltou para doação. Infelizmente, sua tutora não pode mais ficar com ela no apartamento. A Babalu irá com "kit completo", vacinada, desverminada e será castrada, além disso, sua tutora a Gabi, dará todos os seus pertences ao adotante (caminha e brinquedos). Babalu é se adapta muito bem em apartamento, é querida, dócil e muito amorosa.
Informações no cartaz em anexo!
Obrigado,

Bruna Bachmann Toneli
(47) 9657-9099
GUAPECAS - Grupo de Apoio e Proteção aos Cães Abandonados
http://www.guapecas.blogspot.com

"Protetor é aquela pessoa que não transfere e nem foge à responsabilidade que sua consciência lhe cobra. Se você não faz parte da solução, então é parte do problema!" (Ana Corina)

Brasil tem cerca de 60 cães-guia para 1,4 milhão de cegos, segundo ONGs


Por Luciana Rossetto  
Do G1, em São Paulo

O deficiente visual que pensa em trocar a bengala por um cão-guia tem duas alternativas no Brasil: aguardar pacientemente na fila de espera de uma ONG por tempo indeterminado ou comprar o animal fora do país. O número reduzido de cães-guia no Brasil é um reflexo da dificuldade que existe para conseguir um animal treinado. Para se ter uma idéia, há 1,4 milhão de deficientes visuais no país, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia; e cerca de 60 cães-guia, segundo ONGs.
  Veja a galeria de fotos
                                           Foto: Arquivo Pessoal             
E entrar na fila do Projeto Cão-Guia da ONG Integra, em Brasília, foi a opção escolhida pelo assessor parlamentar Luciano Ambrosio Campos, de 40 anos, portador de uma doença hereditária que provocou a perda gradativa de sua visão. Após três anos de espera, em dezembro de 2008, ele conseguiu trocar a bengala pela cadela Mits, de 3 anos.

“Minha vida se divide em dois momentos, antes e depois da Mits. Com ela, o mundo cresceu. Tive um ganho de autonomia e de locomoção que não dá para comparar com o que tinha antes”, afirma Campos.

Uma das maiores vantagens do cão-guia em relação à bengala, segundo Campos, é a possibilidade de desviar de objetos acima do chão. “Com a bengala, você tem domínio de 1,5 metro à frente e não detecta um orelhão ou um galho de árvore. Já a Mits me protege de todos os riscos, não bato a cabeça nas coisas”, diz.
Em troca da proteção, Campos também faz sua parte e zela por Mits. Para que trabalhe perfeitamente, ela precisa seguir a rotina rígida, receber alimentos nos horários corretos, além de fazer visitas frequentes ao veterinário e, ao menos uma vez por ano, passar por uma reciclagem do treinamento.

                                             Foto: Arquivo Pessoal
Já o professor de ioga Elias Ricardo Diel, de 36 anos, passou quatro anos esperando por um cachorro até a chegada da cadela Winter, da Austrália. Ela foi trazida a pedido de Diel pelo treinador de cães Fabiano Pereira, que tinha viajado ao exterior para fazer um curso de especialização e poder iniciar o treinamento na Escola de Cães Guia Helen Keller, em Balneário Camboriú (SC).
“Eu precisava de mais independência e queria segurança para me locomover e poder construir uma vida melhor, com mais qualidade. Minha esperança era que Fabiano voltasse e treinasse um cão para mim, mas ele conseguiu trazer a Winter de lá”, afirma Diel, que está com a cadela há pouco mais de 1 ano.
Orientado por Pereira, o próprio Diel faz a reciclagem do treinamento de Winter. “Há comandos e alguns passos que ela precisa seguir para manter a disciplina. Senão, ela esquece e volta a ser um cão normal”, diz Diel.
Cego desde os 16 anos, quando sofreu um acidente de carro, Diel conta que a principal vantagem do cão guia em relação à bengala é a integração social. “Winter é a minha maior relações públicas. As pessoas ficam apaixonadas por ela e conversam comigo. Com a bengala, alguém sempre pergunta se você precisa de ajuda, mas a conversa acaba aí. Todos saem da frente e não falam nada.”

Custo do treinamento

Em média, o treinamento demora dois anos e custa o equivalente a R$ 25 mil no Brasil. Os deficientes visuais cadastrados no Projeto Cão-Guia e na Escola de Cães-Guia Helen Keller não pagam pelo animal, mas precisam enfrentar a fila de espera de tempo indeterminado.
A coordenadora do Projeto Cão-Guia, Michele Pöttker, afirma que há cerca de 300 deficientes visuais na fila de espera da instituição. A ONG teria capacidade para entregar 25 cachorros por ano, mas, por falta de recursos, em 2009, preparou apenas quatro. No total, em nove anos, o projeto beneficiou 35 pessoas.
“A solução para treinarmos mais seria o apoio financeiro do governo ou de empresas. Estamos buscando parceiros para dar continuidade ao projeto”, diz.

A Escola de Cães-Guia Hellen Keller, que também é uma instituição filantrópica, espera entregar os primeiros animais treinados a partir de agosto de 2010.

Já quem tem dinheiro para adquirir um cão no exterior precisa pagar a viagem e os gastos do período de adaptação de cerca de um mês para integrar animal e dono, além do valor cobrado pelo bicho.

“É complicado e oneroso. Lá fora, os estrangeiros não são prioridade e também podem ficar anos esperando”, afirma Pereira. Ele ressalta que, no exterior, só o cachorro tem um valor médio simbólico de US$ 5 mil, sem contar as despesas de viagem.

Características para se tornar um cão-guia

 Além de saúde perfeita, o animal tem que ser isento de agressividade para se tornar um cão-guia. Segundo Pereira, várias raças podem ser usadas na função, tais como boxer, dálmata e pastor-alemão, mas o que realmente importa é o temperamento. Por isso, 90% dos animais treinados são das raças labrador e golden retriever, reconhecidas como muito dóceis e trabalhadoras. “Quando o leigo vê um labrador, sabe que é um cão bonzinho.”

Assim como Diel, Pereira ressalta que o animal ajuda a inserir o deficiente visual no convívio social. “O papel do cão-guia não é apenas locomover, mas ajudar a integrar o cego na sociedade. Se a pessoa tem um cachorro, outras naturalmente chegam perto e iniciam uma conversa. Com a bengala, o cego fica sempre excluído.”

Fonte: g1.com.br

terça-feira, 20 de abril de 2010

PROMOÇÃO DIA DAS MÃES

"Mãe, milhões de palavras
que expressam o bem querer,
jamais iriam dizer
que meu amor é assim.
Então um abraço sem fim,
um beijo como sempre ganhei.
Por ser seu filho eu sei
É a melhor Mãe para mim."
                                               Ruben Alves Vieira

                                                                                Foto: Guapecas

Dia 09 de maio é um dia muito especial, é o dia das Mães!

Pra festejar esta data importante na vida de todos os seres, o PataVip, em parceria com o Pet Shop Patas do Coração, está lançando uma promoção MARAVILHOSA!

Os 'machitos' que me perdoem, mas desta vez só poderá concorrer as 'madrecitas'...

Vamos dividir em duas categorias, PET e PESSOA.

A Pet, vai atender as mamães animais, nesse caso poderão participar gatas e cadelas. A mais votada vai ganhar um lindo cachecol (logo publico a foto) para se aquecer no inverno.

A Pessoa, como o nome já diz, é para as mamães humanas de bicho. Isso mesmo, quem tiver um animal de estimação vai poder se canditar a vaga para ganhar 50% no curso de Banho e Tosa do Patas do Coração.

Não é ótimo?!


Atenção para alguns detalhes.
INSCRIÇÕES
Inscrições até o dia 30 de maio.
Para as duas categorias só poderão participar quem enviar para o email patavip.com@gmail.com, fotos que comprovem a 'maternidade'. Ou seja, as donas com seus bichos e as mamães pet com filhotes ou barrigudinha. As inscrições deverão ser individuais, mencionando no assunto do email a qual categoria vai participar. Não haverão restrições caso dona e pet se inscrevam, vão participar individualmente podendo, ou não, ganharem as duas categorias.

PREMIAÇÃO

O curso oferecido custa R$ 800, a vencedora só pagará R$ 400. Duração de 30 horas que serão acordadas entre a vencedora e o Patas do Coração e no final do curso ganhará um diploma de conclusão. É um curso que aborda técnicas de banho, tosa, tintura, penteados e mais uma infinidade de assuntos que permeiam o mundo da estética animal.
O cachecol será confeccionado especialmente para a vencedora e de acordo com as suas medidas.

VOTAÇÃO

No dia 01 de maio enquetes entrarão no ar para a votação. E aí vocês já sabem, a mais votada em cada uma das categorias vai ganhar. No dia 09 de maio a votação estará encerrada.

Não fique de fora, aproveite essa barbada!
Garanta um cachecol para sua pet ou se especialize em dar banhos de carinho.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Ilustre corte


 
Olá! Estas são a Princesa e a Princesinha...Estas cadelas vivem pelas ruas do Bairro Saguaçu há pelo menos 03 anos.
Esta semana elas foram recolhidas para serem banhadas, castradas e vermifugadas... e provavelmente serão soltas novamente.



Boa parte dos gastos foram abatidos mas ainda faltam R$190,00.

Se você puder ou quiser ajudar entre em contato com a Clínica Late e Mia (3028-8393) ou Ludmille (9131-3218).

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Pequena grande atração no Pampas Safari

Foto: Divulgação

 Um filhote de hipopótamo de apenas três dias é o mais novo habitante do Pampas Safari, de Gravataí. O pequenino é filho de Bola e Fansoca e já demonstra muita disposição.

O parque ainda aguarda para poder verificar o sexo do animal. Um concurso deverá escolher nome para o filhote.

Fonte: Zero Hora

quinta-feira, 15 de abril de 2010


Pessoal,
As entidades protetoras dos animais estão organizando um protesto pacífico em frente ao Fórum de Joinville, amanhã, dia 16 de abril, às 17h30min, para protestar contra a decisão do Promotor e mostrar que são contra a decisão dele de enviar o inquérito policial sobre os cães enterrados vivos para o Juizado Especial e não para o Juizado Criminal Comum.  Ocorre que neste Juizado Especial os autores do crime (cuja ação covarde foi filmada pelas câmeras de monitoramento da Secretaria onde trabalhavam e mostrada pelas TVs de Joinville) poderão sequer ser condenados.
Se nós deixarmos as coisas como estão, todo o trabalho muito bem feito da Dra. Ana Claudia (delegada que fez o inquérito policial) poderá ir por água abaixo.  Nós devemos aos dois cachorros que foram mortos, este esforço a mais.  Eles não podem ter morrido em vão. 
Faça você também a diferença!  Compareça amanhã em frente ao Fórum, av. Hermann Lepper, às 17h30min com apitos e cartazes para protestar pacificamente sobre este caso.
Bruna Bachmann Toneli
(47) 9657-9099
GUAPECAS - Grupo de Apoio e Proteção aos Cães Abandonados

"Protetor é aquela pessoa que não transfere e nem foge à responsabilidade que sua consciência lhe cobra. Se você não faz parte da solução, então é parte do problema!" (Ana Corina)

Merlot



Amigos,
O cãozinho da foto é o Merlot, nome dificil hein?! Rsrs..
Ele foi resgatado ontem (14/04/2010) pela Tia Fernanda, do GUAPECAS, em um bairro carente de Joinville...
Magro e infestado de pulgas e carrapatos, Marlot fedia e estava muito sujo.. seu olhar era triste...
O patudo foi levado para à Clínica Late e Mia e a Dra. Lilian disse que ele está bem, só precisa engordar, para ficar forte e sua imunidade aumentar. Para isso, ele precisa de ração de boa qualidade. Além disso, ele procura um lar temporário, onde possa se recuperar mais rápido. Quem se habilita?

Quem quiser ajudar, pode contribuir com as despesas de seu tratamento (pagamento de: consulta, banho/tosa, vermífugo, vacina e futuramente, castração). Para ajudar o Merlot, escreva para: guapecasjoinville@gmail.com
 
Merlot e as tias do Guapecas agradecem toda contribuição!
Lambijocas...

Bruna Bachmann Toneli
(47) 9657-9099
GUAPECAS - Grupo de Apoio e Proteção aos Cães Abandonados
http://www.guapecas.blogspot.com

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Feira em Florianópolis, não perca!


Final de semana especial também para os patudos de Floripa.
















Não percam a feira de doação de animais!







É neste sábado, 17, no Floripa Shoping.

















Ajude, eles precisam de você!

Muitos patudos esperam por você

FEIRA DE DOAÇÃO DE CÃES !!!

LOCAL: AGROPECUARIA SARDANHA, EM PIRABEIRADA
DATA: SABADO DIA 17 DE ABRIL
HORA: A PARTIR DAS 8h30

Veja a foto da turminha que procura um lar,!
Click na foto para aumentar

Ajude-nos a divulgar a feira, ajude assim um focinho carente a encontrar um lar e uma família amorosa.

Você está precisando de um amigo?

Ajudem a encontrar Kiko

Patudos desamparados no Rio de Janeiro

Com tudo que aconteceu no Rio de Janeiro muitos patudos viraram estrelinha ou estão pelas ruas, sozinhos, sem ter o que comer ou para onde ir.
Embora a mídia não esteja muito interessada em divulgar a realidade de TODOS os cariocas, o jornal Extra. Confira a reportagem.

À procura de um novo dono em Niterói 
Enviado por Clarissa Monteagudo e Guilherme Amado

Chuvas: Abandonados, animais também sofrem com as perdas


Cão sobrevive ao deslizamento no Morro do Bumba, em Niterói Foto: Guilherme Amado

À deriva numa imensidão de lama, destroços e casas vazias, o latido rouco e o olhar perdido dos cachorros que sobreviveram aos desmoronamentos da semana passada chamam a atenção. Abandonados por donos que tiveram de deixar a casa às pressas ou morreram, os bichos dependem da caridade alheia.

Um desses cães foi mostrado domingo pelo Extra. Resgatado por bombeiros no Bumba, em Niterói, o pequeno vira-lata foi entregue ao pintor Ubiraci Francisco Guimarães, de 48 anos, morador do morro que se afeiçoou e promete cuidar dele, caso os donos não apareçam:

— Não sei quem é o dono, talvez tenha morrido. Se não aparecer, eu cuidarei, porque me apeguei a ele.

Ubiraci mora no alto do Bumba, numa área que, segundo ele, não corre risco de desmoronar. Perto desse trecho, ao longo das casas interditadas, lugar meio cidade fantasma, meio vale de lágrimas, diversos cachorros foram abandonados. Um deles, preso a uma coleira, está rouco de tanto latir.
O vira-lata foi resgatado no dia seguinte da tragédia no Morro do Bumba, em Niterói. Foto: Fabiano Rocha/Extra

No Bairro de Fátima, na região central de Niterói, o drama se repete com quatro cachorros, cuja dona morreu num desmoronamento. Perdidos, rondam há uma semana o monte de lama e entulho que restou da casa em que moravam, talvez numa última demonstração da conhecida fidelidade

Doação para cães
Diante do problema dos animais abandonados, a Prefeitura de Niterói começou uma campanha para arrecadar doações para os bichos de estimação que pertencem às famílias abrigadas. Muitos deles estão sendo deixados para trás pelas vítimas dos deslizamentos por falta de condições para mantê-los.

O objetivo é estimular os desabrigados a resgatar cães e gatos do cenário da tragédia e levá-los para os abrigos, onde receberão comida e cuidados de saúde. Entre os itens mais necessários, estão ração, medicamentos e potes para servir comida e água.

No Rio, o presidente da Comissão dos Direitos dos Animais da Câmara Municipal, vereador Carlos Eduardo, criticou a falta de estrutura para cuidar dos animais perdidos:
- Hoje, temos uma falência. As ONGs acabam atuando num papel que seria da prefeitura.
As doações serão recebidas de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, na Secretaria Municipal de Projetos Especiais (Praça Fonseca Ramos s/nº, Terminal Rodoviário Roberto Silveira, 4º andar, Centro de Niterói). Telefones: (21) 2613-6568 / 2613-1759 / 2620-0403 R: 307

Patas Vips

Pessoal, estou em dívida com vocês por não ter postado as fotos dos nossos vencedores da Rapinha e da Promoção de março.
Então, com vocês as estrelas....

Spyke
Sua mamis Débora, saiu na frente e garantiu um kit MARAVILHOSO que o Patas do Coração ofereceu.
Caco
Foi o macho mai votado na nossa promoção de março, e exibe um de seus presentinhos, a bandana que ele vai usar para torcer MUITOOOOO pela nossa seleção este ano.

Bellinha
Cheia de charme, a fêmea mais votada na promo de março, fez clicks para mostrar como ficou LINDA com seu colar de pérolas e nas plumas vermelhas.




 














E claro né pessoal, para agradecer o Patas do Coração, por estar sempre nos apoiando, o Percival também fez seu registro. Agarradinho na cenoura, ele promete que estar firme e forte na próxima promoção.

Em breve mais novidades...

terça-feira, 13 de abril de 2010

Cães enterrados em Joinville

                                                                                      Foto: Reprodução/A Notícia

Os dois indiciados por enterrar dois cachorros vivos em terreno da Secretaria Regional do bairro Costa Silva, podem ser denunciados pelo Ministério Público, que tem até sexta-feira para se pronunciar.
Em fevereiro os funcionários do Pronto Atendimento (PA) Norte, de Joinville, fizeram uma denúncia dizendo que um funcionário da secretaria teria amarrado os animais e depois encoberto-os de terra com o auxílio de uma patrola.
Segundo os envolvidos, os cães estavam doentes e mortos. Mas o laudo médico veterinário constatou que os animais estavam saudáveis e que a morte foi causada por asfixia.
O gerente que autorizou a ação já foi exonerado. Os dois insistem nas versão de que os animais já estavam mortos, mas, segundo a Delegada de Polícia Ana Cláudia Pires, as imagens registradas pelas câmeras de segurança da secretaria evidenciam que os cachorros estavam vivos.
Por se tratar de um inquérito policial, se condenados, os indiciados podem pegar uma pena que ultrapassa dois anos. Além do  Processo Administrativo Disciplinar da Prefeitura, que mesmo sem data para ser concluído, pode resultar na exoneração do maquinista, já que o mesmo é funcionário concursado.
 O jornal A Notícia de hoje, publicou cenas das imagens. Confira.

A história do Marley

A foto e o texto abaixo foram postados no blog Visor do jornalista Rafael Martini. Conta uma história muito interessante que nos faz refletir sobre nossas atitudes e o que mais podemos fazer para que os animais possam ter uma vida com respeito e em paz. Ainda bem que ainda existem pessoas que de fato se importam e, se preciso for, compram qualquer briga para defender nossos patudos.

Marley, o sobrevivente

 Por Rafael Martini

Ele é apenas um vira-latas, bem diferente do seu xará que virou best seller nas livrarias e sucesso nos cinemas. O cãozinho aí da foto, também chamado de Marley, sobreviveu a um suposto ato de violência em Itajaí. Provocada exatamente por quem deveria combatê-la. Ele foi atingido pela descarga elétrica da pistola Taser, arma não-letal de um policial militar, no último dia 4.
Marley é o mascote da 2ª DP de Itajaí. Graças ao seu comportamento dócil e brincalhão, virou o xodó dos agentes. Todos brincam com ele, até alguns detentos. Ao ser adotado, também incorporou a função de guarda, pois sempre late quando escuta algum barulho nos fundos da DP, terreno baldio, margeado por um rio.
Era noite de domingo, quando os dois policiais civis de plantão pediram apoio a uma equipe do Pelotão de Policiamento Tático (PPT), do 1º Batalhão da PM de Itajaí, para dar uma “geral” nos cubículos da carceragem da delegacia. Os militares chegaram e se posicionaram. A partir daí, surgem duas versões sobre o que teria acontecido com o Marley.
Os agentes dizem que um dos PMs se posicionou em frente à carceragem e atirou contra Marley, que estava por ali, provocando a revolta dos policiais civis. O animal saiu em disparada, latindo muito e teria ido se esconder nos fundos da DP. O comando do Batalhão assegura, via assessoria da PM, que a pistola não foi acionada. O soldado teria feito somente um “teste” para conferir se ela estava energizada e encostado a arma no cãozinho. Um dos agentes que pediu para não ser identificado resume o episódio:
— Imagina alguém entrar na sua casa e chutar o seu cachorrinho. Qual seria a sua reação? — questiona.
Oficialmente, o delegado Procópio Batista da Silveira, um dos titulares da 2ª DP, abriu inquérito para apurar se houve maus tratos ao animal ou abuso de autoridade. Os depoimentos devem ocorrer até o final da semana. Na PM, também foi aberta uma sindicância para apurar os procedimentos do soldado. O saldo da agressão foi o desgaste ainda maior na relação entre Polícia Civil e Polícia Militar em SC. A boa notícia é que, passado o susto, Marley continua lá na 2ª DP todo serelepe. E cada vez mais elétrico.

Martini,obrigada por fazer parte daqueles que se importam e publicam histórias como essas.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Manx

Você sabia que existe uma raça de gatos que não tem rabo?
É, existe sim! São conhecidos como "Manx", e vamos conhecer melhor como esse bichano costuma se comportar.


Foto: catfacts.org
Características
A característica mais marcante do Manx é a ausência da cauda (anuro). A pelagem da raça é macia, densa e curta, com o subpêlo espesso e lanoso. O sobre-pêlo mais longo dá o aspecto brilhante a pelagem. Na raça, todas as cores e combinações de pêlos são reconhecidas. Assim, podem ter cores sólida, bicolor, tigrados, marmorizados entre outras.

O corpo desses gatos é compacto e bem musculado. As pernas dianteiras são curtas e afastadas, sendo que as traseiras são um pouco mais compridas e musculosas, fazendo seu andar semelhante ao de um coelho. A cabeça é bem proporcionada ao corpo, com o focinho curto, as orelhas pequenas, eretas e voltadas para frete. Os olhos são grandes e redondos, com a coloração combinado com a pelagem.

O Manx nunca possui um dono apenas, pois ele acaba se tornando amigo de todas as pessoas da família e de todos os demais freqüentadores da casa. Ele é um gato muito caseiro, tem o lar como seu reino, busca muito pouco ambientes externos e sai apenas para alguns passeios rápidos. Entretanto, quando sai de casa, o Manx se mostra um ótimo escalador de árvores e caçador, graças aos seus reflexos apurados.

 
Foto: kayt.nl
 Histórico
Acredita-se que o Manx teve sua origem por volta de 1580, quando um navio de carga, que levava à bordo alguns gatos sem cauda, os quais combatiam os ratos no porão e armazém. Este barco acabou naufragando na Irlanda, perto da Ilha de Man. Isolados nesta ilha, os gatos sobreviventes foram selecionados naturalmente, através de cruzamentos entre si. Dessa forma, o Manx acabou passando hereditariamente a ausência de cauda. Os habitantes dessa ilha são tão orgulhosos do Manx, que chegaram a cunhar sua efígie na moeda local.

Cuidados
O Manx deve ser escovado com bastante freqüência, porém de forma bem leve. Além da escovação, o dono deve estar atento ao peso do gato, pois está raça tem tendência a obesidade. Para tanto, o dono deve sempre estimular seu gato a fazer exercícios. Além disso, uma alimentação adequada fará com que seu gato cresça saudável e com uma pelagem lisa e brilhante. O dono deve estar atento e realizar consultas regulares ao médico veterinário.
 

Foto: manxcats.org
Origem: Irlanda   
Perfil: Apegado
Tipo de Pêlo: Curto
Tamanho: Médio
Peso Mínimo: 4 Kg  Peso Máximo: 6 Kg
Temperamento: Dependente
Nível de Atividade: Moderado
Idade: média de 9 anos

Você tem um Manx? Mande fotos e conte para nós como é essa relação.

Fonte: Cão & Cia

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Contribuição da amiga blogueira Joyce Diehl.

Cinomose, aqui não!

Mais uma vez o PataVip alerta sobre os riscos da Cinomose.

A cinomose é uma doença em cachorros:

- sistêmica, ou seja, pode atingir vários órgãos
- altamente contagiosa
- causada por um vírus
- frequentemente leva à morte cachorros filhotes e adult
os 

 



Por isso estamos divulgando a campanha Cinomose, aqui não!

Entre, participe e proteja seu melhor amigo! 

Vamos ajudar o Ghandi

Amigos, quem puder ajudar ou conhece alguém que possa, por favor entre em contato com a Jociane!

quinta-feira, 8 de abril de 2010

FEIJOADA BENEFICENTE EM PRÓL DO ABRIGO ANIMAL‏

 
Renda será revertida para a manutenção do Abrigo
 
 
No dia 24 de abril, a partir das 12:00 horas, a Sociedade União Palmeiras oferecerá uma deliciosa feijoada, que terá toda sua renda revertida para a manutenção do Abrigo Animal de Joinville.
 
Os ingressos poderão ser adquiridos na Clínica Veterinária Bicho de Estimação, e você ainda pode levar para casa uma linda bicicleta importada que será sorteada no evento.
 
Não haverá venda de ingressos na hora. Portanto adquira  já o seu e ajude nossos focinhos carentes.


Data: 24 de Abril
Horário: a partir das 12:00 horas
Local: Sociedade Esportiva Recreativa União Palmeiras
R. Jaraguá, nº 725 Bairro: América

Valor do convite
R$ 15,00 por pessoa

Como comprar?
Clínica Veterinária Bicho de Estimação
Av.Marques de Olinda, nº 1197  Fone: (047) 3435-3470 
 
 
Abraços
 
Equipe Abrigo Animal

Wallpaper INR Abril 2010

Já está disponível no site do Instituto Nina Rosa para download gratuito e circulação livre, o papel de parede do mês de Abril 2010.

Link para download:
http://www.institutoninarosa.org.br/papeisparede2010

Você terá a companhia de um animal apresentando-lhe o calendário do mês e as datas especiais. 
 
 

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Cachorro pode comer chocolate?

Chocolate é tão bom, e os nossos amigos também gostam, e muito!!!
Mas será que eles podem ingerir esse tipo de alimento?
Foto: Dreamstime

Podem sim!
Assim como nós, os cachorros também podem comer chocolate, o importante é cuidar que tipo e a quantidade que eles vão ingerir.
Nos cães, o chocolate atua como um estimulante, ou seja, acelar e desregulariza os batimentos cardíacos do seu pet,  que pode causar tremores, epilepsia, convulsões e até numa parada cardíaca. Além disso, pode causar vômito e diarréia frequente, que deixa o cão desidratado e fraco.
Muitos veterinários aconselham os donos a não darem chocolate por saberem que a maioria não resiste aos "olhares pidões" e perdem o controle da porção. Depois do primeiro pedaço, outro, e outro, e aí os patudos já estão por conta.

Eis algumas orientações da quantidade certa:

Se ele pesa: de 3 a 5 kg            Se ele pesa: de 6 a 10 kg
Chocolate ao leite: 45 g                Chocolate ao leite: 105 g
Chocolate amargo: 5 g                  Chocolate amargo: 12 g

Se ele pesa: de 10 a 20 kg         Se ele pesa: de 20 a 30 kg
Chocolate ao leite: 165 g               Chocolate ao leite: 315 g
Chocolate amargo: 19 g                Chocolate amargo: 36 g

O que mais prejudica os cães é a teobromina, contida na manteiga de cacau, Muitas empresas reduzem, ou até substituem, esse componente e desenvolvem chocolates próprios para cachorro. 
Mesmo assim, muita atenção na confiabilidade da marca, nem sempre a propaganda descreve tal qual é o produto.

Cão terapia